senha

Palavra da Inspetora

em 30/12/2020 | 00h00min

Palavra da Inspetora

Inspetoria Nossa Senhora da Penha RJ/ES - Circular 12/2020

Uma esperança, uma nova criação:  “Vejam!  Eu vou criar um novo céu e 

uma nova terra” (Is 65,17)

Queridas Irmãs,

Ano novo chegando, é tempo de esperança! Que este clima nos permita refletir o ano que passou, renovando a esperança de novos tempos. Uma esperança que transcende o momento atual e se abre para o futuro.

Sim, pois neste ano que agora termina, fomos visitadas por muitas situações que nos desafiaram e questionaram a nossa rotina, nossos esquemas de vida e nossas crenças. Quantas dores, quantas mortes, quanto luto! Desafios que parecem tirar nosso chão e desarmar nossas convicções. Afinal, um vírus aparentemente tão frágil, que se extingue com água e sabão, álcool, coisas tão simples, e ao mesmo tempo tão poderoso, capaz de alastrar e infectar milhões, milhares de pessoas. E mais, com tantas técnicas avançadas, tanta tecnologia, tantos profissionais competentes, por que não descobrem um combate plausível para o fim deste mal?

Porém, dentro desse quadro de pandemia, um dos temas de reflexão que mais aparece é o da esperança.

O questionamento diante do qual cada pessoa se coloca, parece ser: o que esperar no tempo? Foi assim com o povo de Deus, no Antigo Testamento, na sua esperança por libertação; no judaísmo, na esperança do Messias; nas comunidades do Apocalipse, na sua esperança teimosa de se livrar da opressão e em tantas expressões de esperança em todos os tempos.

Vale observar que é justamente nos tempos mais difíceis que a esperança encontra o seu lugar. A situação de morte, exclusão e incerteza, que vivemos hoje, exige um lugar mais privilegiado para a esperança, que deixa de lado velhas e falsas certezas, acolhendo novidades que vêm do futuro, invadindo o presente, apontando caminhos novos.

A experiência humana, nos ensina a Bíblia, é uma experiência vivida no tempo. É possível olhar o tempo com esperança naquilo que traz felicidade. No entanto não existem atalhos para alcançar a felicidade sem o esforço de cada dia. Importa caminhar solidários, de modo especial com os pequenos deste mundo, construindo fraternidade, celebrando e reconhecendo nestas práticas a ação misericordiosa e terna de Deus.

A Palavra de Deus nos convida a recriar o mundo. Não há esperança na passividade, na acomodação com o momento presente. O cristão não vive somente o cotidiano, mas tem o início e o fim diante dos olhos.

A esperança para esses tempos deve estar enraizada na capacidade de superar a cultura predominante do descarte, sustentada em uma visão individualista e pautar suas certezas na capacidade de fazer junto, de ser solidário e praticar a justiça evangélica.

Em 2021 um novo horizonte desponta com muita luz e nos faz ver com vastidão novas possibilidades. A esperança nos move e nos leva para além daquilo que enxergamos. O novo da Inspetoria será para cada uma de nós a certeza de que não há limites, não há fronteiras e nem distância quando o que nos move é sim, o amor, a missão, o jovem. 

Uma história construída com muita ousadia e confiança naquele que alimenta e sustenta os passos de quem confia e se deixa guiar pelo autor da história. 

E com o Profeta Isaías podemos cantar: “O povo que andava nas trevas, viu uma grande luz” (Is. 9,2). O Menino-Deus está entre nós! Sim, o nosso caminho será de luz porque traçado e tecido na busca de comunhão.

Um abençoado ano de 2021!!

Com carinho, Ir. Ana Teresa

Fonte: Redação

  Eventos - Dezembro

Nenhum registro encontrado!

Ver todos eventosver todos eventos