senha

Palavra Ir. Ana Teresa

em 11/04/2016 | 00h00min

Palavra Ir. Ana Teresa

Inspetoria Nossa Senhora da Penha - Circular 042016

Queridas Irmãs, Aproximar-se da luz! Vós deveis nascer do alto! Jo 3,7b

Em tempos pascais a Palavra da Liturgia nos ajuda a penetrar no mistério da ressurreição de Jesus. E nos convida a contemplar com olhos novos o grande mistério da Vida, a aproximar da luz e a ter a vida fecundada pelo Espírito.

No texto de Jo 3,14b.15, deparamo-nos com Jesus que dialoga com Nicodemos. Neste contexto o Mestre fala da necessidade de nascer novamente. Nicodemos até pergunta, curioso, como é possível alguém nascer de novo se já é velho. É preciso coragem para andar nos caminhos de Jesus e constantemente fazer com liberdade escolhas em prol da Vida. A deixar as ‘coisas velhas’ que carregamos nas nossas bagagens e assumir uma postura de leveza, de esvaziamento de si para acolher o novo, o diferente. A possibilidade desse recomeço, indica Jesus, depende de coragem e de disposição para se aproximar da luz. No diálogo entre Jesus e Nicodemos, o Mestre afirma categoricamente que quem pratica o mal odeia a luz porque não quer que as obras más sejam denunciadas. Renascer ou recomeçar é ter coragem de aproximar-se da luz para que seus raios iluminem as trevas. Para isso, é preciso buscar a verdade que liberta.

Conduzidas pela verdade podemos afirmar que: agora é hora da ousadia de buscar a comunhão, de fazer das diferenças uma grande riqueza. Somente quem é capaz de olhar com realismo as próprias fraquezas pode caminhar para as ‘coisas do alto’, para Deus. Para entrar no mistério é preciso apropriar-se das mesmas atitudes de Jesus quando é capaz de inclinar-se e olhar com misericórdia a miséria do outro, a miséria do mundo.

 Outra passagem significativa do Evangelho: Jesus, olhando as multidões por ocasião do milagre da multiplicação dos pães, revela o rosto misericordioso do Pai. Deixa uma lição: quem não se sentir atingido pela fome do outro não pode ser meu seguidor. “Um cristão indiferente não pode ser discípulo missionário de Jesus”, já nos lembra o Papa Francisco.

 Jesus, acolhendo e alimentando as multidões, revela o rosto misericordioso do Pai.  Porém, ao citar o exemplo de Felipe, que sugeriu dispersar o povo e que cada um procurasse arranjar comida nos povoados vizinhos, lembra-nos que a mentalidade dos discípulos ainda se perpetua nos tempos atuais. Diante de tanta dor e sofrimento, de tanta corrupção e falta de ética, da fome e da injustiça social, podemos nos sentir impotentes para encontrar as soluções necessárias. Continuando nosso ‘mergulho’ pela Palavra de Deus, destaco também os Atos dos Apóstolos, onde o autor sagrado recorda que os discípulos sofriam perseguições dos judeus por causa do nome de Jesus, e que isso era motivo de alegria para eles. As injúrias sofridas eram a certeza da autenticidade da Palavra anunciada. Sabemos que hoje, como no passado, ainda há muitas perseguições. E podemos nos perguntar: Diante dos sofrimentos e perseguições, somos capazes de fazer como os discípulos que não cessavam de ensinar e anunciar o evangelho de Jesus Cristo? 

Isto é a verdadeira força! Quem traz dentro de si a força de Deus, o seu amor, a sua justiça, e a sua misericórdia, não precisa usar a violência, mas fala e age com a força da verdade, da beleza e do amor.

O amor venceu o ódio, a vida venceu a morte, a luz afugentou as trevas. E Cristo ressuscitado permanece entre nós. Esta é para nós a certeza de que a Vida é o maior dom e o cuidado da vida se torna para nós responsabilidade maior, a missão por excelência: “Eu vim para que tenham vida e vida em abundância” Jo 10,10.

Acompanhemos:

- Ir. Antonia Luzia Venturim - participa do Projeto De Espiritualidade Missionária – 01 a 25 de abril;

- Ir. Maria Caliman que participará do Projeto Jerusalém - 18 de abril a 30 de maio;

- de 21 de 24 de abril - Missão Juvenil em Macaé;

- 21 de abril - GT da Nova Configuração das Inspetorias do Brasil - CIB. Representam a Inspetoria: Ir. Regina Maria Meireles e Ir. Tânia Maria Cordeiro;

- 22 e 23 de abril - Assembleia da CIB - Participam: Ir. Ana Teresa, Ir. Ana Maria Paes, Ir. Regina e Ir. Tânia;

- 24 e 25 de abril - Assembleia da RSB - participa Ir. Ana Teresa

Confiantes e tocadas pela misericórdia de Cristo, o Rosto Misericordioso do Pai, e a exemplo de Maria a Mãe sempre presente, lancemos nossas energia para o bem da Juventude!.

Meu abraço fraterno, Ir. Ana Teresa

Fonte: Redação

  Eventos - Outubro

Nenhum registro encontrado!

Ver todos eventosver todos eventos