senha

Retiro XXIIICG - "Decidam Hoje quem Vocês Desejam Servir"

em 13/09/2014 | 00h00min

Retiro XXIIICG - "Decidam Hoje quem Vocês Desejam Servir"Continua o caminho dos Exercícios Espirituais. O dia de hoje (13/09) foi marcado pela comemoração de Madre Mazzarello na Valponasca, dando ênfase à “normalidade” extraordinária da santidade de Maria Domingas. 

Na meditação oferecida às participantes, Dom Thomas Menamparampil destacou a Espiritualidade. Disse o arcebispo que a espiritualidade «é o princípio fundamental não somente da religião, mas também da arte e da ciência, quando procuram e contemplam o aspecto mais profundo da realidade. Por isto a minha insistência sobre a profundidade. Profundidade na oração, profundidade na fé, profundidade na vida».

Dom Thomas continuou a sua reflexão mostrando como a pesquisa científica e a fé muitas vezes têm os mesmos campos de investigação. Destacou a importância do confronto entre ciência e fé, por uma questão de senso de responsabilidade e para dar o sentido justo ao destino humano. Apesar das muitas tentativas de silenciar o pensamento religioso através de uma pesquisa científica embasada somente sobre o racionalismo, no mundo cresce o número de pessoas que buscam um modo de exprimir e satisfazer a sua necessidade de espiritualidade. Para os que creem e para os religiosos é urgente, portanto, perguntar-se como levar ao mundo a mensagem cristã, que é uma mensagem de esperança, que chega justamente àqueles que parecem tê-la perdido. «Fé significa ser feliz em tempos infelizes, ter seguranças interiores em situações de insegurança, viver com perguntas sem resposta, lutar com paradoxos por vezes sem sentido e absurdos. (...) Por isto nós precisamos de conversão. Precisamos decidir recomeçar depois de termos falido na fé».

Para Dom Thomas «a espiritualidade consiste em tomar a decisão correta em cada etapa e a cada momento da nossa vida, entre o que é certo e o que é errado; entre o que é egoísmo e o que é generosidade. Quando como Maria dizemos “SIM” ao que é certo, generoso, apesar das dificuldades, a terra se agita, treme para consentir, os processos cósmicos dão um passo à frente no cumprimento do seu destino. Isto acontece somente por intervenção do Espírito Santo. (...) A sinceridade da decisão dá qualidade espiritual àquilo que nós fazemos».

Para conduzir-nos nesta capacidade de escolher o bem, nós cristãos temos «um guia interior que chamamos de consciência, que nos diz o que é certo e o que é errado e suscita em nós um senso de responsabilidade. Existe uma presença escondida em cada dimensão da realidade humana que se desperta em nós, um profundo senso de responsabilidade diante de todos os desafios destes tempos. (...) Se vocês ouvirem a voz da consciência pedindo para converter-se pessoalmente, para comprometer-se radicalmente, não endureçam os seus corações!».

Ao final da reflexão, as Irmãs iniciaram a sua peregrinação rumo à Valponasca.

Fonte: Redação

  Eventos - Dezembro

Nenhum registro encontrado!

Ver todos eventosver todos eventos