senha

Cáritas Realizou Seminário Internacional

em 20/10/2014 | 00h00min

Cáritas Realizou Seminário Internacional

Com debates direcionados à realidade feminina e ao papel da mulher no enfrentamento das situações de violação de direitos e cidadania, a Cáritas Brasileira promoveu o Seminário Internacional“Mulheres: fome, pobreza e tráfico humano”. De 15 a 17 de outubro, o evento reuniu 161 participantes no Centro Cultural de Brasília (CCB), dos quais 94%eram mulheres.

 

O seminário é uma iniciativa da Cáritas Brasileira em conjunto com a Comissão Episcopal para o Serviço da Caridade, da Justiça e da Paz da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), a Pastoral da Mulher Marginalizada e a entidade norte-americana Catholic Relief Services.

 

Também participaram representantes da Cáritas da França e da Espanha, além das secretarias de Políticas Públicas para as Mulheres da Presidência da República e a de Segurança Alimentar e Nutricional (Sesan) do Ministério do Desenvolvimento Social.

 

Do Estado do Espírito Santo, participaram:a Cáritas de S. Mateus (uma jovem) e a Cáritas de Cachoeiro de Itapemirim (Ir.Maria Rita Zampirolli).

 

O debate sobre a realidade feminina e o papel da mulher no enfrentamento das situações de violação de direitos e cidadania aconteceu em um momento em que a Cáritas Brasileira, atendendo à solicitação da Caritas Internationalis, apoia e assume a campanha contra a fome no mundo e realiza a Campanha “Uma família humana: pão e justiça para todos”, contra a fome no Brasil e no mundo. De acordo com a diretora executiva nacional da Cáritas, Maria Cristina dos Anjos da Conceição, “o objetivo é possibilitar uma maior compreensão da realidade das mulheres, no Brasil, no contexto da fome,pobreza e tráfico humano, buscando meios de transformação dessas realidades”. Na abertura desta campanha o Papa Francisco disse: "Convido todas as instituições do mundo, toda a igreja e cada um de nós, como uma única família humana, a dar voz a todas as pessoas que sofrem silenciosamente de fome, para que esta voz se converta em um grito capaz de sacudir o mundo."

 

Participantes da Costa Rica, Espanha,França e Brasil dialogaram nos debates, momentos culturais e mini plenárias sobre desigualdade de gênero, exploração sexual e tráfico humano.

 

O secretário geral da CNBB, dom Leonardo Ulrich Steiner, participou da mesa de abertura do evento.

Fonte: Redação